Home > Portfolio > Palestras > Presidente da ONG Afeto & Cidadania explica como venceu a depressão

Segundo Nay Bernardes, a ONG foi fundada no ano de 2005 depois que ela superou 10 anos de depressão grave em sua vida

A ONG Afeto e Cidadania foi fundada no ano de 2005, por Nay Bernardes depois de ter enfrentado em sua vida 10 anos de depressão grave. Hoje, seu trabalho tem como objetivo proporcionar alivio e auxiliar no processo de melhora ou recuperação das pessoas que têm algum tipo de problema emocional. Na opinião de Nay Bernardes, a junção de várias terapias oferecidas pela ONG Afeto e Cidadania faz com que cada doença seja tratada em vários níveis aumentando suas chances de melhora, além do tratamento convencional indicado pelos médicos que as pessoas devem seguir.
Quando chegou aos 30 anos Nay Bernardes começou a apresentar os primeiros sintomas da depressão, desencadeados pelo estresse de ver uma pessoa muito próxima adoecer. Começou com um resfriado que não se curava e foi evoluindo para outros sintomas como o desânimo e dificuldade em se animar até mesmo para levantar da cama, comer ou falar. Após receber seu diagnóstico iniciou uma medicação constante, terapias e analistas.

Com a suspensão dos medicamentos pelo médico, Nay passou por uma crise de abstinência, comum em dependentes químicos, levando-a a ter alucinações e pavor de tudo. Após isso ela mudou toda a sua vida, frequentando grupos de ajuda mútua, palestras de autoconhecimento e lendo tudo o que havia sobre a depressão e os meios de lidar com ela. Desde 2001, participa do Grupo EA (Emocionais Anônimos), entidade que auxilia outros doentes através de grupos de ajuda mútua, onde descobriu sua vocação para ajudar pessoas que sofrem desse mal. De ouvinte, Nay passou a palestrante, fez curso de Aconselhamento em Dependência Química, aprendendo técnicas que hoje utiliza para ajudar outros depressivos.

Hoje, aos 47 anos, divorciada e com um filho de 27 anos, Nay usa sua experiência pessoal e estudos dando palestras, criando, assessorando e participando de grupos de ajuda mútua e ONGs voltadas para ajudar os doentes de depressão.
Desde 2005, (com a facilitação de Leila Novak do Instituto Papel Solidário), vem refletindo sobre o melhor caminho para avançar com a ONG Afeto e Cidadania, que pretende atender pessoas com quadro de depressão e promover, apoiar e incentivar ações nos campos da saúde, educação, desenvolvimento social e cidadania, com programas de inclusão, capacitação e geração de renda para moradores da Zona Norte da cidade de São Paulo, maiores de 18 anos.

A parceria de Nay Bernardes e Leila Novak já deu frutos no mundo virtual, com a criação e manutenção do Portal do Afeto (www.portaldoafeto.com.br), onde os internautas podem se informar mais sobre a doença, os tratamentos, os grupos de autoajuda, as palestras, entre outros. As dinâmicas de grupo, que Nay chama de grupos de aconselhamento em depressão têm ajudado muitas pessoas a lidar melhor com os problemas decorrentes da doença. Mas, como ela mesma diz, o aconselhamento só ajuda àqueles que também seguem os tratamentos e terapias prescritos por seus médicos e analistas.

Hoje, a ONG Afeto & Cidadania tem cerca de 10 voluntários que colocam em as seguintes terapias : Hatha Yoga, Meditação, Terapia com Cristais, Reiki, Terapia Auricular, Dançaterapia e Quick Massage. Além destas terapias, as pessoas têm acesso a palestras, dinâmicas de grupos que proporcionam autoconhecimento, um exercício fundamental do “conhecer a si mesmo” que cada vez mais fortalece o indivíduo e ensina-o a pedir ajuda.

A Terapia com Cristais ativa o fluxo energético e renova a energia. Atua nos âmbitos físico, emocional, mental e espiritual. É indicada para desbloqueios emocionais e psicológicos, proporciona tranqüilidade, paz e harmonia. A Terapia Auricular pode ser usada em todos os tipos de desequilíbrios físicos e psíquicos, tendo como fundamento o reflexo direto sobre o cérebro e conseqüentemente sobre todo o organismo. É um método completo de terapia que utiliza pontos nas orelhas para promover bem- estar e saúde. Alivia dores e doenças através da estimulação dos pontos reflexos na orelha.

A Dançaterapia busca utilizar os recursos artísticos, educacionais e terapêuticos da dança, ajuda a pessoa a se encontrar, descobrir novos caminhos e superar desafios. Além disso, preserva e energia e o equilíbrio do ritmo interno do corpo, com o principal objetivo de integrar pessoas de todas as idades. Sua prática regular estimula as potencialidades escondidas em cada um de nós despertando áreas adormecidas em todo o corpo e suas infinitas possibilidades de criação, expressão e emancipação do ser humano. Melhora a autoestima, atenção, concentração, coordenação, aprendizagem e socialização. Resumindo, Dançaterapia é convivência, é consciência do corpo, suas possibilidades (habilidades e talentos) e seus limites.

Quick Massage é uma ótima opção que alivia o estresse acumulado no pescoço e nos ombros, desconforto muito comum para muitas pessoas que trabalham praticamente o dia todo sentadas. A parte emocional também quando não está em equilíbrio também pode alterar a postura causando descompensações e como consequência causando dor.

O Reiki também atua nas partes física, emocional, mental e espiritual de nossas vidas. Durante a aplicação do reiki, a energia que vem através de um portal que se abre quando é feita a introdução das mãos, esta energia pode ir até a origem do problema, mesmo que a origem esteja no passado (nesta vida ou em outra) curando traumas, reprogramando o futuro e libertando a pessoa no presente.

O método Hatha Yoga trabalha integrando as técnicas Asanas ( posturas corporais), Pranayama ( exercícios respiratórios) , concentração, relaxamento e meditação. A prática integrada desses exercícios promovem o bem estar físico, vitalidade, flexibilidade e equilíbrio. Os exercícios respiratórios ajudam a expandir a nossa capacidade pulmonar, acalma a mente, além de ser um instrumento poderoso que nos ajuda a entrar em contato com a nossa natureza intima. O simples fato de observar, de levar toda a atenção para a respiração, da maneira como o ar entra e sai do corpo, isso já pode ser considerado um exercício de meditação que já foi usado por muitas tradições antigas, assim como o Budismo e Hinduísmo, por exemplo. Nay Bernardes, presidente da ONG Afeto e Cidadania explica que apesar da pratica ser recente, já é possível perceber resultados positivos, como relatados pelas participantes: maior concentração, relaxamento e bem estar, o que favorece a auto estima e a baixa a ansiedade.

A Meditação que tem como objetivo final familiarizar-se com o nosso mundo interno, aquietar a nossa mente para que possamos reconhecer a nossa natureza interior e a nossa essência. A partir disso, podemos perceber como funcionamos, quais são os nossos padrões de pensamentos e necessidades e partir disso, é possível nos transformar. Os benéficos são inúmeros: concentração e relaxamento que conduzem ao autoconhecimento e autotransformação.

Atendimento à população: Quando uma pessoa chega na ONG Afeto & Cidadania, ela é atendida com respeito e amor. Desta forma, percebemos que é mais fácil ela expor suas dificuldades e necessidades,destaca Nay Bernardes. Depois disso, há uma discussão entre os integrantes da equipe terapêutica sobre o que cada um tem para oferecer referente a cada caso. A partir disso é desenvolvido um plano terapêutico. Duas vezes por semana durante três meses o paciente recebe um tratamento diferenciado e tem acesso a várias terapias alternativas, sempre respeitando suas condições físicas e emocionais. Caso, o individuo esteja seguindo alguma medicação, a orientação dos voluntários da ONG é para que ele comunique ao seu médico sobre a sua iniciativa de procurar pelo auxilio a terapias alternativas, pois, a intenção da ONG é somar esforços para um melhor resultado.

Durante todo esse processo, a pessoa ainda recebe indicações sobre locais onde ela poderá encontrar ajuda, além do apoio da própria ONG, grupos de apoio, psicólogos, terapeutas que atendem gratuitamente, outras instituições, tudo para que ela possa continuar seu tratamento com maior esclarecimento sobre suas próprias dificuldades e conflitos existentes em sua vida. Mais informações pelo site http://www.portaldoafeto.com.br

Texto desenvolvido por Anna Karina Spedanieri

©2015~Todos os direitos reservados Conectar 3 ~ Produzido por Toulouse Comunicação